rosto de mulher e frase escrita na parede minha marca é meu nome
16 de novembro de 2021

Minha marca pessoal é meu nome?

Por Fernanda

Sobre Marca Pessoal, essa é uma das principais dúvidas de quem está iniciando no universo do branding pessoal.

Primeiro eu queria trazer para você o conceito de Marca.

Significado e importância das marcas

A primeira vez em que se falou sobre Marca foi quando as antigas tribos dos saxões começaram a marcar o gado para identificar as suas propriedades. Com o tempo os melhores produtores, que tinham suas marcas gravadas no rebanho, passaram a ter grandes vantagens nas trocas comerciais por ter seu rebanho reconhecido.

Ainda em 1266 os padeiros foram obrigados a imprimir suas Marcas no pão produzido. Tal imposição foi estabelecida para identificar aqueles que estavam sendo irregulares na produção. Assim, com a marca indicada no produto era possível identificar qual produto tinha qualidade e qual não tinha.

Ao longo dos séculos 17 e 18 as marcas passaram a determinar além da qualidade, a origem dos produtos. Passou-se a entender de onde tais produtos eram originados.

Com a Revolução Industrial seu uso foi mais amplamente utilizado. Ainda é possível termos contato com marcas que foram criadas nesta época e existem até hoje: Coca-Cola, Quarker e Heinz.

marcas antigas coca cola, heinz

Nesse tempo a produção aumentou, sendo assim o comércio não era mais feito pelo próprio produtor. A marca então servia como um elo entre a origem e o destinatário, assim como um contrato de qualidade. A confiança vinha da marca.

A partir da segunda guerra mundial surgem novos produtos e ocorre a evolução dos meios de comunicação, passando as marcas a terem um poder ampliado. Elas representavam não apenas o valor econômico, passando também a representar valor simbólico pois além da representação gráfica as marcas passaram a trazer personalidade ao produto e podiam então construir relacionamentos com seu público.

Uma marca pode evocar emoções e se tornar influenciadora, construindo impérios valiosíssimos para as empresas as quais elas representam.

tabela de cores e emoções

O significado e importância das marcas passou de apenas indicar propriedade, para demonstrar identidade, ou seja, de onde vinham os produtos e quem era seu produtor.

Com a consolidação do capitalismo nasceram muito mais empresas, muitos mais produtos e a concorrência se acirrou. Uma Marca passa a ter significado de diferencial.

Hoje, com a revolução digital, a comunicação sofreu mudanças, todos passaram a ser produtores de mensagens: empresas e consumidores.

Há uma troca muito grande. As empresas passaram a se comunicar, através das suas marcas, como pessoas reais, com visões propósitos e valores. Então a marca virou uma promessa.

Relação Homem x Trabalho

Paralelo a toda essa evolução, a relação do homem com o trabalho também mudou.

Antes tínhamos os camponeses e o trabalho era basicamente cuidar da terra e dos animais. Poucos eram os que tinham profissões como ferreiros e curandeiras.

Com a revolução industrial as máquinas passaram a desenvolver as atividades do campo que demandavam muito tempo, deixando os camponeses mais livres.

A produção aumentou e as indústrias apareceram, sendo assim começou a aparecer a necessidade de ter operários nas indústrias. As pessoas passaram a trabalhar mais nas cidades. Outras profissões começaram a surgir, porém ainda em pouca escala.

Passou a existir o médico da família, o alfaiate e, neste ponto bastava apenas a indicação de um cliente ver a chegada de novos clientes.

As cidades estavam crescendo e a quantidade de pessoas trabalhando o dia inteiro e fora de casa também aumentou.

O operário que trabalhava o dia inteiro na indústria não tinha mais tempo de ir ao mercado, separar os ingredientes, ler a receita para fazer um bolo. Ele sentiu a necessidade de comprá-lo pronto. Seu vizinho já não tinha mais tempo e disposição para construir os móveis da sua casa e preferia pagar alguém para fazer.

Dessa forma nasceram as empresas e profissionais de prestação de serviços.

Nesse momento bastava você decidir abrir um negócio de serviços, criar um nome bonitinho, imprimir alguns panfletos e começar a divulgação.

folhetos antigos

Esses poucas ações de MKT bastavam para mostrar que a empresa existia, depois a indicação de ex-clientes garantiam as vendas para o resto da vida.

Seu querido cliente que só conhecia você passou a comprar de outro profissional que ele conheceu pela internet. A concorrência aumentou.

Então Fernanda, a internet foi um coisa ruim?

Claro que não! Assim como o seu cliente estava tendo a possibilidade de conhecer outros profissionais, você e sua empresa também estavam ganhando um mundo de novas possibilidades de conexão.

E onde entra a MARCA PESSOAL nisso tudo?

Papel da Marca Pessoal nos negócios

Você entendeu a origem e a sequência do uso das marcas nas empresas. A evolução das marcas empresariais chegou até o ponto de se comunicar como o cliente como se fosse uma pessoa. Com visões, propósito e valores.

Marca, siginificado de Promessa

Por que você acha que as empresas passaram a pensar assim?

Por que o pensamento do consumidor também mudou muito.

Se hoje ele tem acesso a muitas empresas e profissionais e estes são em sua maioria muito parecidos, qual será o critério mais eficaz que ele usará para decidir em qual das empresas confiar e gastar o seu dinheiro?

A escolha, a partir de agora, será realizada através da percepção que ele tem daquela marca. Através dos sentimentos que ela produz nele e da reputação que aquela marca tem, no seu ponto de vista.

Mas Fernanda ainda não entendi.

eu não sou um produto, frase escrita com design

Tudo bem, mas você precisa entender que na vida todos nós estamos o tempo todo vendendo algo.

Vendemos nossas ideias, quando estamos dialogando com nossos amigos, nossa imagem, quando estamos iniciando um namoro, nosso conhecimento e valores quando ensinamos a nossos filhos, nossos serviços e produtos aos clientes.

Além de que, tudo o que fazemos e falamos deixa uma MARCA em alguém.

Mesmo que você seja aquela pessoa mais quieta da faculdade, aquela que não se envolve em nenhuma polêmica… você nasceu, vive em sociedade, então transmite mensagens através do seu comportamento e atitudes e cria uma percepção da sua presença na mente das pessoas.

A cada pessoa com a qual você tem algum tipo de contato, nessa vida, você deixa nela algo que a fará se lembrar de você, quando não estiver por perto.

São adjetivos, sensações, palavras, frases que virão a mente dela, sempre que ela pensar em você, dali para frente.

Essas percepções são geradas por diversos elementos, desde as palavras que você usa até sua linguagem corporal, seu olhar, gestos, sua imagem, o que você compartilha, tudo isso, em conjunto, transmitem informações sobre quem é você.

A essas percepções chamamos de Marca Pessoal.

silueta de cabeça humana desenhada como uma digital humana em fundo azul

Ok, e o que eu faço com essa informação agora?

Sabendo que todas as suas atitudes geram percepções, é claro que você vai querer saber como sempre produzir sensações boas, não é?

E é através da Gestão da Marca Pessoal que você consegue essas respostas.

Fazer gestão ativa da Sua Marca Pessoal é de fundamental importância para você, que é um funcionário de uma empresa e precisa se destacar e mais ainda para os empresários dessas empresas da nova era digital. Siga comigo.

Lembra que eu comentei anteriormente?

As empresas estão criando rostos para suas marcas se comunicarem melhor com seus clientes. Então a Marca Pessoal passou a ser a arma mais poderosa que os profissionais liberais têm para se conectar com seus clientes e se diferenciar.

Sua Marca é seu nome e muito mais

Assim como você não é apenas um rostinho bonito, a sua Marca não é só o seu nome nem sua imagem.

Ela é sua imagem, representada por sua aparência e suas fotos e, também os seus valores e propósito, representados pelas suas atitudes e comportamentos.

É conjugar tudo isso em elementos que transmitam a sua promessa e reafirmem-na o tempo todo.

Como então eu posso entender a minha Marca Pessoal?

03 Passos para você identificar a marca pessoal

Responda a essas 03 perguntas.

Quem é você sem dizer sua profissão? Em que você pode ajudar?

O que mais te deixa feliz na vida? O que te deixa mais irritado?

O que você faria a vida inteira mesmo sem ganhar dinheiro? Como que você gostaria de ser lembrado em uma homenagem?

Ao responder essas perguntas você tem aí uma forma simples de começar a perceber a marca pessoal. Digo perceber porque ela já existe.

São as primeiras respostas que você precisa se dar para que possa iniciar o processo de comunicar sua Marca Pessoal de forma que seu cliente entenda e perceba valor em você.

Ao dar ao mercado essas respostas você ajuda o cliente a perceber que você é a pessoa certa para ele.

Lembra que a nova função das marcas é estabelecer uma promessa?

As empresas investem em treinamento de equipe e publicidade e propaganda para o tempo todo reafirmar essa promessa perante um público.

Já os profissionais como você, que reconhecem a importância da gestão da marca pessoal usam o dia a dia para reafirmar o compromisso da sua promessa.

É através de suas atitudes e comportamentos que você comunica os seus valores e propósito gerando conexão emocional e identificação com os clientes.

Se você é proprietário de uma empresa e tem equipe, a equipe precisa conhecer e se identificar com a sua Marca Pessoal, precisa acreditar nela e só assim esses conceitos serão passados de você para a equipe e dela para o cliente.

O mais importante é pensar que é de você que nasce tudo, da ideia do negócio ao propósito e as ações, porque você é o ativo mais importante da sua empresa.

Sua MARCA PESSOAL é a base de onde inicia toda a comunicação com o cliente.

Conte comigo!

Hoje fico por aqui.

Te convido a acompanhar meus conteúdos por aqui e pelas redes sociais para conversarmos mais sobre este assunto.


Vem para o Desafio Saia da Toca!

Eu vou ajudar você a entender o seu potencial, acreditar mais em você e, através de técnicas e ferramentas, colocar tudo isso para fora.

Porque se teu negócio não está no digital ele não existe. E se você fica na toca e não bota a cara nas redes você fica invisível.

Vem para o Desafio Saia da Toca, e conquista sucesso no digital.
Abertura 26/01 no Youtube.

Esse intensivo vai fazer você ter coragem para aparecer nas redes sociais e nunca mais querer parar.


imagem de mulher com blusa branca e pele clara

Sou Fernandda Menezes

Trabalho com coach de marca pessoal ajudando empreendedores a se reconectar com sua essência e encontrar seu lugar de destaque no mercado.

Quer destravar de uma vez por todas com a super ajuda de uma comunidade de pessoas que já passaram e outras que estão passando pelo mesmo que você?

Me siga também nas minhas redes.